Maio 7, 2021

WhatsApp não vai mais suspender usuários que não aceitarem os novos termos de uso

Por Walter Berg

A novela acerca das novas políticas de uso e privacidade do WhatsApp tem um novo capítulo. Agora, a empresa informa que usuários da plataforma que não aceitarem o novo contrato não terão sua conta suspensa no início da implementação das medidas em 15 de maio.

Anteriormente, qualquer usuário que não aceitasse os novos termos do mensageiro teria o app colocado num modo de suspensão inédito: mensagens poderiam ser recebidas, mas lidas somente através das notificações, o perfil poderia receber e atender chamadas, mas não as efetuá-las, e a única coisa disponível dentro do app seria a tela para concordar com o compartilhamento de dados com o Facebook.

“Embora a maioria dos usuários que recebeu os novos termos de serviço já tenha concordado com eles, entendemos que alguns ainda não tiveram a chance de fazê-lo. Nenhuma conta será apagada em 15 de maio depois dessa atualização e ninguém perderá as funcionalidades do WhatsApp. Continuaremos enviando lembretes [dos novos termos] para as pessoas nas próximas semanas”, informa o mensageiro.

Lembre o caso

Para quem não se lembra, as novas políticas da plataforma visavam preparar o terreno para novidades do WhatsApp Business. Perfis comerciais poderiam otimizar sua comunicação com clientes com mais ferramentas — agora, enriquecidas com informações básicas sobre os usuários. O Facebook alega que, apesar disso, não teria acesso às conversas privadas ou em grupos de quem usa o “Zap”, mas isso não deixou de gerar desconforto até em autoridades.

Como o WhatsApp conseguirá operar com uma base de usuários fragmentada em termos contratuais ainda é um mistério. Os próximos anúncios da companhia devem esclarecer como ficará o mensageiro para os usuários que ainda se recusarem a aceitar os novos termos.

Fonte: The Next Web