Junho 2, 2021

“PORTAL” foram colocados em cidades para conectar habitantes

Por Walter Berg

Duas cidades da Europa decidiram encurtar as distâncias e aumentar a conexão entre seus moradores durante a pandemia com a criação de “portais de comunicação”. As instalações, com aspecto futurista que lembram Stargate e que funcionam 24 horas por dia, foram colocadas em locais centrais e exibem imagens em tempo real do que está acontecendo entre um país e outro.

Os portais foram instalados nas cidades de Vilnius, na Lituânia; e Lublin, na Polônia, que ficam a mais de 600 quilômetros de distância entre si. Com um formato circular e telas gigantes, a ideia é dar aos habitantes um olhar privilegiado sobre o cotidiano de uma cidade que nem é tão distante assim, mas está localizada em outro país e em um momento no qual restrições e protocolos sanitários restringem ou desincentivam as viagens.

Trata-se, também, de uma forma de unir diferentes culturas por meio da tecnologia. Ainda que o estado de isolamento social nos tenha tornado dependentes de telas, e os portais nada mais são do que uma versão gigante disso, a ideia também é passar uma sensação de normalidade, com o acesso ao cotidiano de estrangeiros entregando uma impressão de que as coisas podem estar voltando ao normal.

Em Lublin, o portal está localizado na praça central da cidade, enquanto em Vilnius, fica na principal estação de trem. As pessoas passam por ali e podem, apenas, seguir com seus dias, ou parar para interagir com quem está do outro lado, em um projeto que foi construído por engenheiros da Universidade Técnicas Vilnius Gediminas e, apesar de colocado em prática durante a pandemia, e também por conta dela, estava em desenvolvimento desde 2016.

Originalmente, a ideia era passar aos cidadãos de outros países o entendimento de realidades internacionais, principalmente no que toca às mudanças climáticas, polarização política e demais aspectos que representam desafios à humanidade. Para o professor Benediktas Gylys, inventor dos portais, muitas destas discussões estão relacionadas a uma falta de pessoalidade e empatia, com um contato direto com pessoas de cultura e nacionalidade diferentes podendo reduzir essas barreiras regionais.

O formato circular foi escolhido por se assemelhar a elementos vistos no cinema de ficção científica, com muita gente apontando a aproximação do conceito ao portal da franquia Stargate. A Lituânia e a Polônia devem ser apenas os primeiros países a receberem a iniciativa, mas os altos custos de produção e manutenção do sistema fazem com que não exista previsão de novas instalações.

Fonte: Cidade de VilniusFundação Benediktas Gylys (YouTube)